0

A clorosis férrica das plantas

A clorosis férrica é uma das principais carências nas culturas, se não, ao menos, a mais conhecida. Em geral, se caracteriza por uma alteração da cor das folhas. Mas existem muitas carências que mostram mudanças muito parecidos. Por isso, é necessário aprofundar mais no tema.
A clorosis férrica trata-se, na maioria das vezes em carências secundárias ou induzidas, conhecido como “clorosis”, por se tratar de um défice de clorofila.
Os sintomas iniciam-se nas folhas jovens, devido a que a mobilidade do ferro é pequena.
Aplicativos para tratamentos de fungos (fungicidas) à base de Zinco ou de Cobre pode provocar uma carência de ferro no cultivo. No caso do zinco, os cátions deste item interferem no transporte de Fé de raízes para as partes aéreas.

O Manganês em estado solúvel origina carências de ferro. Estando o Mn enferrujado, o Fe reduzido enferruja, passando de Fe2 a Fe3
A relação da cultura Fe/Mn situa-se entre 1,5 e 2,6. Inferior a 1,5 aparecem sintomas de deficiência de Fe (excesso de Mn).

Para acidificar o solo tem várias soluções: você pode aplicar argila com pH baixo, a longo prazo, e em substratos de mistura de 50% de turfa e 50 % de terra ou 1 a 2 kg por metro quadrado, consegue-se reduzir a um produto do terreno. Você pode optar por aplicações ao solo de enxofre (costuma ser barato), à razão de 100 g/ metro quadrado e com um tempo de atuação de vários meses. Estas aplicações são feitas para culturas que exigem solos ácidos, e costuma-se preparar o terreno antes do plantio. Realizar esta prática, quando foi apresentado o problema de clorosis não resolverá a curto prazo o problema.
Aplicações ao solo de sulfato de ferro têm a função de reduzir o pH do solo (3-5 g/L de água), assim como o enxofre ou de turfa e também é rentável. Estas aplicações devem ser repostos no momento em que o solo recupere o produto. Geralmente, o solo tem uma grande capacidade tampão para regular o pH do solo, e pode chegar a ser um processo muito longo e caro para obter o pH desejado.
As drogas oferecem a solução mais bem sucedida e a curto prazo. Podem aplicar-Se tanto no chão quanto em aplicação foliar (em questão de dias, a planta pode recuperar a sua deficiência de ferro). O inconveniente é o preço para a obtenção destes produtos.
Uma saudação. Agromática.

Elaine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *